Últimos assuntos
» [Pedido] - Guaraci Kauê
Dom Nov 11, 2018 2:54 pm por ADM.Mitra

» [Pedido] - Ashley e Higashi
Dom Nov 11, 2018 2:53 pm por ADM.Mitra

» [Tailândia] - Meia Lua e Soco
Sab Nov 10, 2018 9:18 pm por Noskire

» [França] - Aventura do Badass Mazino na França Cap.1
Qui Nov 08, 2018 8:16 am por ADM.Magnus

» [México] - Feel, Blood and Sex Appeal
Qua Nov 07, 2018 6:20 pm por Noskire

» ~ Crie sua Aventura! ~
Seg Nov 05, 2018 5:30 pm por ADM.Magnus

» [Brasil] - Um sparring em Copacabana
Seg Nov 05, 2018 5:28 pm por ADM.Magnus

» [África do Sul] - A Jornada! - Em Busca da Origem! - África do Sul!
Sab Nov 03, 2018 7:24 pm por Leahcim

» [Japão] - 1# Colírio para Japonês Abrir o Olho
Sex Nov 02, 2018 11:53 am por Abyss

» (Ficha) Ashley
Seg Out 29, 2018 1:56 pm por ADM.Mitra

NOSSO BANNER
PARCEIROS

[México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Ir em baixo

[México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Mensagem por ADM.Mitra em Ter Out 23, 2018 9:25 pm


~ Feel, Blood and Sex Appeal ~


Aqui se encontrará a aventura do Artista Marcial Topple que ainda não possui narrador definido.

_________________
avatar
ADM.Mitra

Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2018

Warn
Warn:
100/100  (100/100)
Chamas: 00

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Mensagem por ADM.Magnus em Qui Out 25, 2018 9:07 am

H.e.a.t



Primeiro dia no México... O calor me incomoda, essa agitação me incomoda e o fato de eu estar sendo constantemente caçado por um grupo de executivos corruptos e tão gananciosos que não suportam perder uma moeda sequer, me perturba. Eu realmente não sei mais o que fazer... Talvez mudar a minha aparência e a de Michele e arranjar documentação nova? Nah... Eu nunca corri dos meus problemas, e não vai ser agora que eu o farei... E também daria muito trabalho... Mas sabe o que seria mais trabalhoso e esperançoso? Juntar discípulos, aperfeiçoar meu estilo e abrir o meu dojo! Acho que é tão difícil quanta a outra alternativa, mas nesse caso eu mantenho minha dignidade.

  Parando pra pensar... Eu ainda não fui atacado, então isso quer dizer que eles não me alcançaram ou eles nem sabem que eu estou aqui... O que significa que... Eu posso tirar o dia pra ficar de pernas pro ar como se não houvesse amanhã! Hahahaha! Depois de tanto tempo, eu vou poder dar uma relaxada! Mas... Eu ainda tenho que me estabelecer... Preciso de um emprego e um lugar melhor pra ficar, até porque eu não faço idéia de quanto tempo eu vou ficar aqui... Preciso de algo honesto... Eu não posso voltar a trabalhar como gigolô, chamaria bastante atenção e mancharia minha reputação nesse lado do globo... Hmm... Acho que eu vou ter que voltar a fazer bicos por ai... Então eu acho que o descanso vai ter que ficar pra depois...

Antes de procurar um emprego, eu preciso de umas mudanças em minha aparência... Um corte de cabelo novo, roupas novas e algo pra estufar o estômago. Talvez eu deva levar Michele também... Aquela cabeleira ruiva dela e suas roupas chamativas têm bastante contraste nesse país...  É mais provável que as pessoas impliquem com a estrangeira que é mais chamativa do que um feixe de luz no meio da noite. Só que ainda falta uma coisa... Ah, sim! Minha sessão de meditação! Daio Shen me disse que não tem como levar a sério o Jeet Kune Do sem um pouco de autoconhecimento.

Então pra começar o dia, eu meditaria por algumas horinhas e assim que terminasse, eu me trocaria e sairia à procura de um cabeleireiro. Pediria apenas para dar uma aparada nas pontas, sem cortar muito do cabelo. Em seguida eu voltaria às ruas e procuraria por um restaurante. Eu compraria uma porção de nachos acompanhados de cheddar derretido e seis burritos clássicos pra viagem. Com os burritos em mãos, eu daria mais uma volta pela cidade, pra ver se encontrava algo interessante que me desse dinheiro, eu optaria por lutas clandestinas novamente... Mas eu não quero me afundar mais ainda nesse meu problema... Então qualquer coisa ta valendo, tirando roubo, prostituição e lutas clandestinas. Quem sabe eu consigo encontrar um torneio oficial para me inscrever.

Se não tivesse sucesso, retornaria para Michele e lhe entregaria a sacola, dizendo: – É pra dividir... Nada de comer tudo sozinha. – E correndo pro chuveiro logo em seguida. Ela tem essa mania de achar que é engraçado me deixar com fome...Bom, se encontrasse algo interessante no caminho, eu voltaria correndo, mas com cuidado para não derrubar as coisas, e entregaria a Michele a sacola com a comida, pegando dois burritos antes de retornar pro local.

_________________
avatar
ADM.Magnus

Mensagens : 19
Data de inscrição : 15/10/2018

Warn
Warn:
100/100  (100/100)
Chamas: 00

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Mensagem por Noskire em Sab Out 27, 2018 9:44 pm

N A R R A Ç Ã O

- x -

Uma cidade nova, um país novo, uma vida nova. Era assim que o jovem Kiwi imaginava a sua vida após cruzar o oceano com sua mãe, em busca de escapar das garras tiranas dos criminosos da Oceania que buscavam sua cabeça. Contudo, o próprio jovem almejava um dia voltar e tomar o controle de toda a Austrália, derrubando os líderes criminosos que lá haviam. Mas será que esses mesmos líderes o deixarão em paz até lá? Será que eles, que já perderam milhões, vão desistir de sua presa por causa de alguns milhares de quilômetros de distância? Apenas o tempo dirá.

Focando no presente, Topple e Michele haviam chegado ao México há poucas horas. Cansados após a longa viagem, hospedaram-se na primeira hospedaria de beira de estrada pela a qual o táxi passou. Além da réplica gigante de um chapéu mexicano logo na entrada, era oferecido pouco mais do que uma cama razoavelmente confortável e um teto sobre as suas cabeças. Apesar de insatisfeito, Topple pagou um dia de hospedagem e se dirigiu ao quarto indicado com a ruiva logo atrás.

— Você ainda está me enrolando, quero que me diga o que houve e porque viemos para cá tão depressa! — Intimou a ruiva, assim que o jovem fechou a porta do quarto compartilhado. — Mas não agora. Agora eu vou dormir! — E desabou na cama, sem nem mesmo trocar de roupa, começando a roncar quase inaudivelmente pouco depois.

O lutador, por sua vez, resolveu sentar e meditar. Com as pernas cruzadas e a respiração lenta e ritmada, não demorou para que dormisse também. Acordou cerca de duas horas depois, algo em torno de 11h da manhã. Sua barriga já requisitando por comida. Michelle continuava exatamente na mesma posição, ainda dormindo.

Sem se despedir, o ex-modelo partiu em uma busca por um cabeleireiro que pudesse dar um retoque no seu visual. Sem pedir por informações, levou quase uma hora para conseguir encontrar um salão e, lá, esperou mais quase meia hora até ser atendido. O trabalhador pediu pelo pagamento adiantado e Topple aceitou, pagando míseros dez dólares pelo serviço. Após solicitar que ele apenas aparasse as pontas, sentou-se na cadeira, de costas para o espelho, e esperou enquanto o homem molhava seus fios e os cortava.

Enquanto aguardava, viu colado na parede à sua frente um cartaz com um desenho que chamou sua atenção: Um Ouruboros! Abaixo do desenho havia a informação de que uma instituição conhecida como Clã Ouroboros iria organizar um torneio mundial e o vencedor teria qualquer coisa que o dinheiro pudesse comprar como prêmio. No fim do cartaz, havia a localização de um dos incontáveis dojos da instituição, onde seria feito a inscrição dos que desejassem participar da batalha.

— Terminado!

Informou o cabeleireiro. Mal sabia o jovem que, ao se virar e se ver no espelho, teria uma desagradável surpresa...

- x -
Histórico:
Nome: Topple (Ryuzaki  Haru)
Posts do Narrador: 1
Ganhos:
”Novo Corte de Cabelo”:


Volta ao normal em 30 posts!
Perdas: U$ 10.00
Arte Marcial: Presas de Ouroboros
Peculiaridades: Aceleração, Explosivo. | Código da Honestidade, Amnésia.
Conhecimentos: Anatomia Humana, Física.

NPC's:
Michele Boyer:


OFF:
Só uma dica: Cuidado com a sua desvantagem Código da Honestidade.

Pelo o que eu li na sua ficha, você é quase um fora da lei (gigolô, envolvido com gangsters, fugitivo…), sendo que você não pode desobedecer as leis locais.

Como o evento está próximo, dei essa oportunidade para você ir no dojo deles fazer sua inscrição, se tiver interesse. Esse foi um dos motivos de eu ignorar o resto do seu post.

Como você não colocou nada na sua história e nem no seu post, parti pro pressuposto que Michele não sabe o que aconteceu —até pq você a abandonou, filho ingrato, e só voltou a citá-la quando resolveu fugir da Oceania — e, portanto, você terá que explicar, ou não, o que houve de fato em breve.
avatar
Noskire

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/10/2018
Idade : 26
Localização : Limbo

Warn
Warn:
100/100  (100/100)
Chamas: 00

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Mensagem por ADM.Magnus em Qua Nov 07, 2018 4:45 am

B.L.A.Z.I.N.G.



A Michele não estava muito errada em estar zangada comigo... Acabei evitando-a com medo de ela julgar minhas atitudes e escolhas, mas talvez eu precisasse ouvir o que ela tinha a dizer.  Agora que eu to no fundo do poço, não custa nada dizer a verdade, mas... Como ela mesma disse, não agora, até porque, eu preciso me estabelecer bem rápido nesse país.

O dia estava bem tranqüilo, e mesmo que eu esperasse que a minha má fama não alcançasse o outro lado dessa esfera molhada, eu ainda estou bem surpreso por nada de ruim ter ocorrido. Acho que vou poder explorar bastante esse país e ver se o fato de eu ter economizado na passagem foi mesmo uma boa escolha.

Bom, um crédito que eu tenho que dar é que os barbeiros daqui não têm o mesmo complexo que o Daio tinha. Por causa daquele velhote, eu ficava cheio de buracos no meu cabelo, o que me obrigava a sempre cortar o cabelo todo... Mas eu sempre soube que ele não fazia por maldade...  Bem, voltando ao tópico de o que fazer nesse país! Justamente o que eu precisava surgiu bem na minha frente, se isso não é sorte, eu não sei mais o que é. Talvez devesse dar uma chance pra esse torneio, mas... Eu sinto uma vibe estranha vindo desse evento. Bem, eu não acho que seja outra roubada, então, se me der uma boa grana, ta valendo.

Primeiro, temos que fazer a inscrição. Por isso, eu olharia em volta, procurando por um pedaço de papel e uma caneta. Se eu encontrasse, escreveria o máximo de endereços no papel e sairia em busca do local. Se não achasse, apenas memorizaria um deles. Antes de partir, eu perguntaria ao barbeiro se ele conhecia um dos endereços um dos endereços no cartaz e qual seria o mais próximo. Se ele não soubesse me responder, eu sairia do local e perguntaria pelas ruas, até achar alguém que pudesse me dar uma indicação. No caminho eu também compraria um boné, pra esconder meu rosto e me garantir mais tempo nesse país.

  Ao chegar ao local, eu procuraria por uma fila ou alguma coisa apontando pro local onde eu poderia me inscrever. Se não encontrasse, apenas procuraria por alguém tomando conta de uma papelada.

–Bom dia. Vim me inscrever nesse torneio. Tenho que dar algum dinheiro ou devo vender a minha alma? – Eu questionaria, com um sorriso. Quero dizer, algo assim soava muito bem pra ser verdade. É tipo um suprimento de comida que nunca acaba. Tendo que pagar ou não, eu me inscreveria de qualquer forma. Não vou deixar essa oportunidade passar, e depois de tantas falhas, eu quero dar um pouco de orgulho pra Michele...
Off:
Entones, sobre o que fora dito.
1. No caso, o código dele foi algo pós-historia, pois foi algo que surgiu justamente pelo fato dele ter refletido sobre os acontecimentos e etc. Teve uns trechos no post que foram contra o código e isso eu reconheço e me desculpo.

2.No caso, eu disse no post anterior que buscaria por um "torneio oficial" justamente por estar atrás da tal da saga, mas como meu char não tinha nem noção de sua existência, eu não podia dizer que estava buscando pelo "Torneio do clã Ouroboros". Porém, não ficou muito claro no meu post e eu peço desculpas.

3.Na real, essa era a ideia mesmo. Pq a Michele é do tipo mãezona coruja e ela meio que já sentia que o Topple ia fazer merda, e por ele saber disso, acabou evitando ela pra não ser julgado pela psicologa.

_________________
avatar
ADM.Magnus

Mensagens : 19
Data de inscrição : 15/10/2018

Warn
Warn:
100/100  (100/100)
Chamas: 00

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Mensagem por Noskire em Qua Nov 07, 2018 6:20 pm

N A R R A Ç Ã O

- x -

Apesar do seu pedido não ser corretamente realizado, o jovem pareceu indiferente ao seu cabelo mais-do-que-deveria aparado e focou sua atenção a um cartaz próximo. Embora cismado, resolveu tentar a sorte no torneio que se aproximava, o que ele poderia perder?

Pediu informações ao seu cabeleireiro e este respondeu em espanhol, língua a qual o jovem mal conhecia. No entanto, o senhor gesticulou excessivamente e isto permitiu à Topple encontrar um dojo da Ouroboros sem demora, a apenas alguns quarteirões de distância. A construção, no estilo japonês, destacava-se das edificações ao redor.

Alcançando seu destino, pôde ver um único homem, com cerca de 45 anos, fechando uma pesada porta de madeira. Além de uma calça branca, usava apenas um suspensório e nada mais. Seu bigode destacava-se facilmente e sua expressão não era amigável.

— Bom dia. Vim me inscrever nesse torneio. Tenho que dar algum dinheiro ou devo vender a minha alma?

— Não, você só precisa entrar antes de eu fechar a porta! *Enem feeling…* — E, assim que as portas fecharam, complementou: — Inscrições encerradas! — Desde que chegara ao México, este havia sido o primeiro a falar inglês, uma língua que o jovem conhecia. Seu sotaque era símil ao inglês da Inglaterra.

Com um único gesto, indicou para Topple segui-lo. Andou por uma estreita trilha de pedras entre um belo jardim, até chegar ao dojo de fato. Lá, abriu e passou por três portas, sempre fechando-as após o jovem passar, até chegarem a uma escada parcialmente escondida. Só então voltou a falar:

— Sortudo ou azarado, você conseguiu se inscrever no evento e, em breve, participará de quatro combates. Deve vencer as quatro para poder seguir para a próxima etapa, a mundial. — Cruzou os braços e analisou o jovem dos pés à cabeça. — Nome, estilo de combate, qual dojo você representa e por qual país você irá lutar? Mexicano eu sei que você não é, mas se quiser representar o meu país… Fique a vontade!

Após a resposta de Topple, o bigodudo sairia do caminho e permitiria sua passagem. A escada era composta de uma centena ou mais de degraus, levando a um subterrâneo frio e escuro. Ao fim dela havia um umbral e, após ele, uma arena cercada de tochas que iluminavam dúzias de homens mal encarados e um teto lotado de estalactites.

— Trouxe o último, Nadie! — O bigodudo gritou assim que Topple cruzou o umbral e, quase que imediatamente, uma voz doce preencheu o lugar, seguramente auxiliada com caixas de som espalhadas por todo o local.

— ¡Hasta que fin, Freddie, ya estábamos cansados de esperar! — E a multidão ao redor da arena aplaudiu, assobiou e vibrou quando uma bela mulher foi até o centro da arena, acenando para todos. — ¿Y qué crees que empezamos con el retraso? — A multidão assentiu com gritos e mais assobios, enquanto a jovem levava as mãos em forma de concha até as orelhas, fingindo não escutar.

— Bien, Señor Retrasado, puede venir hasta el centro del ring. — De alguma forma, Freddie já havia passado as informações que Topple havia lhe dado no topo da escada para a mulher e esta repetiu para todos ouvirem. — Y su oponente será ... — Foi possível ouvir o rufar dos tambores antes de uma luz (sabe-se lá de onde) iluminar um mexicano que deveria ter uns dois metros de altura, ou mais. — Chad, boxeador y sin afiliación. — Chad e Topple foram até o ringue e ficaram a dez metros de distância um do outro. Após um momento, para que os outros participantes pudessem ver bem os dois indivíduos, a bela mulher complementou: — ¿Será que el forastero atrasado vencerá a este gigante mexicano? Veremos en la lucha que comienza ... — Fingindo surpresa, deu um gritinho de assustada e saiu correndo, para o alívio cômico da platéia. Apenas fora do ringue ela completou: — ¡...ahora!

- x -
Histórico:
Nome: Topple (Ryuzaki  Haru)
Posts do Narrador: 2
Ganhos:
”Cabelo Curto 01/30”:


Volta ao normal em 30 posts!
Perdas: U$ 10.00
Arte Marcial: Presas de Ouroboros
Peculiaridades: Aceleração, Explosivo. | Código da Honestidade, Amnésia.
Conhecimentos: Anatomia Humana, Física.

NPC's:
Michele Boyer:


Freddie:


Nadie:


Chad:


OFF:

:norio:
avatar
Noskire

Mensagens : 28
Data de inscrição : 17/10/2018
Idade : 26
Localização : Limbo

Warn
Warn:
100/100  (100/100)
Chamas: 00

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [México] - Feel, Blood and Sex Appeal

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum